Empresa

Empresa

A empresa Gomes & Pedrosa foi criada em 1981, por 2 sócios, Carlos Pedrosa e António Gomes. A actividade da empresa centrava-se na reparação automóvel (chapa e pintura). As infra estruturas eram, nessa altura, arrendadas e situavam-se na localidade de Lagoeiros.

Dois anos depois do início da actividade e com a entrada de um novo sócio, Carlos Cruz, a empresa alterou a sua designação para Gopecauto.
Em 1986 e 1989, Carlos Cruz e António Gomes repectivamente, vendem as suas cotas, ficando Carlos Pedrosa e esposa Maria da Conceição Pedrosa com a totalidade de empresa.

Em 1992, com uma estratégia de crescimento e diversificação do portfolio de negócios, a Gopecauto muda-se para instalações próprias e inicia a actividade de comércio automóvel e assistência após venda.

Após 33 anos de existência e crescimento, contamos hoje com 13 colaboradores, um volume de faturação de cerca de 3 milhões de euros, e uma área de Stand, oficinas e escritórios de 1250 m2.
Dispomos de uma cave de 400 m2 para acondicionamento de viaturas de clientes, levamos a sua viatura ao IPO, a gestão de informação é assegurada por um sistema ERP da SAI. Dispomos de um sistema de orçamentação GT Motive de modo a sermos sempre competitivos nos preços aos nossos clientes e utilizamos ainda a ferramenta informática Autodata Online que nos dá acesso a toda a informação de suporte essencial para reparação e diagnóstico de avarias.

Actualmente com cerca de 6 viaturas de substituição, garantimos a mobilidade dos nossos clientes enquanto têm as suas viaturas em manutenção.
De modo a manter uma politica de formação profissional continua e adequada à garantia de um serviço de satisfação total ao cliente, trabalhamos com uma rede de Fornecedores credível que nos da também acesso às melhores formações na área.

Sentimos e temos a certeza de que os recurso humanos e financeiros que a Gopecauto dispõe hoje em dia permitirão alcançar os novos objectivos delineados, contando para isso, com o apoio dos nossos clientes, amigos, fornecedores e parceiros.
Como sabemos, o bom negócio está na compra.